A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

Fundado em fevereiro de 2012, no CESAM-DF, o “Projeto e agora mãe? ” Tem como base propiciar a adolescentes grávidas o resgate e o fortalecimento dos vínculos familiares, num momento delicado, de agora transição, mediantes de todos os desafios existentes que a gravidez vem a oferecer. Em cumprimento a nossa missão e ao objetivo para a qual foi constituída, a Inspetoria São João Bosco – ISJB, mantenedora do CESAM-DF mantém serviços socioassistenciais com vistas a contribuir para a prevenção das situações de risco pessoal e social, bem como para o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários de crianças, adolescentes e jovens.Fundado em fevereiro de 2012, no CESAM-DF, o “Projeto e agora mãe? ” Tem como base propiciar a adolescentes grávidas o resgate e o fortalecimento dos vínculos familiares, num momento delicado, de agora transição, mediantes de todos os desafios existentes que a gravidez vem a oferecer. Em cumprimento a nossa missão e ao objetivo para a qual foi constituída, a Inspetoria São João Bosco – ISJB, mantenedora do CESAM-DF mantém serviços socioassistenciais com vistas a contribuir para a prevenção das situações de risco pessoal e social, bem como para o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários de crianças, adolescentes e jovens.

Além desses serviços, a Instituição também atua na defesa, no enfrentamento e no combate às violações de direitos em prol da população infanto-juvenil de todo o Brasil. Isso acontece por meio da articulação política voltada para o fortalecimento do Sistema de Garantia dos Direitos – SGD. Nesse sentido, o CESAM-DF participa de diversas redes, um intenso trabalho de cobrança por políticas públicas dentro de conselhos municipais, estaduais e nacionais tanto da Criança e do Adolescente, quanto da Assistência Social; A ISJB contribui para o efetivo controle social dessas políticas públicas conforme orienta as Resoluções 113 e 117 do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente – CONANDA.

As intervenções efetuadas para os adolescentes/Jovens e suas respectivas famílias, são projetos relacionados à proteção social básica, ao qual tem por foco a prevenção ao uso de drogas, incentivo escolar, a profissionalização dos responsáveis, ações afirmativas, protagonismo juvenil, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, prevenção à gravidez na adolescência e a promoção ao cuidado no período gestacional. Assim, O Projeto: E Agora Mãe? Se propõe a promover a atenção no interstício da gravidez é construir um espaço de escuta, acolhida e orientação motivando a reconstrução do projeto de vida, reafirmando a importância da proteção da família, do Estado e da Sociedade Civil no momento da maternidade conforme os objetivos da assistência social descrita na Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS.

A Fase da Adolescência é um período de mudanças emocionais e físicas, que acontecem de forma mais acentuada, ou seja, um momento de conflito existencial nos posicionamentos sexuais, sociais e familiares. A vivência dentro dessa nova realidade traz para as adolescentes novas demandas, além daquelas próprias da sua idade, e com a chegada da gravidez poderá abandonar os seus projetos de vida, a escola e o emprego.

Ao vivenciar essas novas transformações acabam se tornando vulneráveis, e em muitos momentos não conseguindo enfrentar essas atuais crises, principalmente na ocorrência da gravidez, pois estão diante de uma situação complexa de amadurecimento, em face aos grandes problemas econômicos que poderão surgir.

A gravidez na adolescência poderá ser conflituosa permeando ações/reações que necessitam definir formas adequadas para conviver com esta dinâmica. Estes sentimentos ao serem expressos, possibilitam ações interventivas favorecendo uma vivência mais tranquila diante desta nova realidade.A gravidez na adolescência poderá ser conflituosa permeando ações/reações que necessitam definir formas adequadas para conviver com esta dinâmica. Estes sentimentos ao serem expressos, possibilitam ações interventivas favorecendo uma vivência mais tranquila diante desta nova realidade.

O “Projeto e Agora, mãe”?  É progressivo no desenvolver intervenções educativas e sociais na área da promoção do período gestacional. Esta demanda surgiu a partir do aumento do número de adolescentes/jovens grávidas participantes do Programa de Aprendizagem do CESAM/DF, reconhecendo a vulnerabilidade através dos determinastes socioeconômicos. Além das alterações físicas na gravidez precoce temos os problemas psicossociais aos quais estão relacionadas ao abandono do pai da criança, a discriminação social, dependência financeira dos pais, desistência dos estudos com consequências futuras e afastamento dos genitores da residência. De acordo com a conjuntura apresentada com os dados estatísticos acima e as análises dos relatórios realizados nos últimos três anos no CESAM/DF, foi verificado que o contexto social nacional relacionado à gravidez precoce na adolescência é semelhante com a realidade das atendidas no Programa de Aprendizagem e comunidade.

As intervenções realizadas para a usuária nesta realidade de conflitos internos, ou seja, consigo e com a família sobre a aceitação desse novo momento de vida, trazem ao longo do projeto o reconhecimento da importância de ser a protagonista de sua história ao qual estará assumindo um novo papel despertando a autonomia e elevando a sua autoestima. A relevância do Projeto para a instituição é exercer o seu dever de responsável pela proteção social básica dos adolescentes conforme no art. º 04 do ECA. Tendo em vista as demandas no processo de trabalho, a importância de reconhecer os usuários como um ser social que deve ser visto em sua totalidade, preservando a sua singularidade e seus direitos. Acreditamos que caminhando juntos e criando um laço forte podemos fazer com que nossas jovens possam encontrar assim como em sua família, um porto seguro e seguir em frente.