HOME NOTÍCIAS

NOTÍCIAS

Aconteceu no CESAM-DF...

Educador do CESAM-DF na organização para a 9ª Conferência Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente
9ª Conferência Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente começa na sexta (11)

Aconteceu nesta última quarta-feira (17) a primeira reunião do ano da comissão que discute o planejamento para a conferencia do CDCA. Além do CESAM, estiveram presentes membros da Secretaria da Criança, Secretaria da Educação e diversos segmentos da sociedade civil. O intuito dessa comissão que está inserida em vários setores da juventude é a organização da 9º conferência distrital. O CESAM além de fazer parte na luta pelos direitos das crianças e adolescentes com profissionais dedicados e competentes que acompanham de perto ações governamentais e da sociedade civil, também trabalha em nossos jovens o protagonismo juvenil.

Os nossos jovens são preparados para que possam além de se especializar com a oportunidade de adentrar no mundo do trabalho, também possam decidir o seu futuro de forma sustentável e consciente, como exemplo, nosso jovem aprendiz Matheus Vinicius, que também é membro da comissão de juventude do Distrito Federal. “É muito bom receber por parte do CESAM esse apoio de me aproximar do governo e assim pensar no melhor para a nós”. Ressaltou o jovem aprendiz.

A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude e o Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA) promovem, na sexta (11) e no sábado (12), a 9ª Conferência Distrital dos Direitos da Criança e do Adolescente, na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais de Educação, na 907 Sul. O encontro, que terá como temas a política e o plano decenal de direitos e o fortalecimento dos conselhos de direitos, buscará traçar os pontos de maior relevância para o trabalho da área nos próximos anos. “A criação de um plano decenal de direitos é um ponto importante para que tenhamos uma continuidade de políticas voltadas à infância e à adolescência ao longo de dez anos”, afirma o secretário Aurélio Araújo. “Mais relevante ainda é vermos a participação ativa de crianças e de adolescentes na discussão de políticas destinadas a eles próprios.”

Delegados
A conferência distrital reunirá os delegados eleitos nos encontros regionais em Sobradinho, no Plano Piloto, em Ceilândia e no Gama, em fevereiro, com média de participação de 200 pessoas em cada um.

Esses representantes definirão as principais proposições a serem levadas para a 10ª Conferência Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, marcada para abril, também em Brasília.

“Tivemos uma boa diversidade de delegados eleitos”, destaca a subsecretária de Promoção de Políticas para Crianças e Adolescentes e vice-presidente do CDCA, Perla Ribeiro: “São jovens de lugares diferentes, realidades distintas, até mesmo adolescentes do sistema socioeducativo”. São esperadas cerca de 400 pessoas entre adolescentes, delegados e representantes da sociedade civil e dos órgãos governamentais para debater os temas e eleger as 18 propostas do DF para o evento nacional.